aqui-nao-aqui:

me coloco no lugar do observador
mas sou observado
sou visto como invisível
sentado
me concretizo enquanto erro
de pé
me torno objeto a ser aceito

(isto é do tumblr de rodrigo ferreira. tem nele algumas passagens de quando trabalhou no mar. vale olha-lo como um todo, sobretudo nas partes em que se fala sobre o museu. é confuso, pois as coisas se confundem, e não é possível saber com clareza do que se tratam algumas passagens ali, se sobre museu, se não… acho que é uma estratégia de invisibilidade, mistura do que se passou quando trabalhou no mar com algo outro. isso para se proteger de qualquer motivo escuso de demissão, ou mesmo de demissão por justa causa. eu pelo menos acho que seja isso. ou pode ser que seja tudo contínuo. museu é o mundo, né? rs.)